Sua empresa já aplica ações de cobrança ativa no relacionamento com um cliente devedor? 

Pois saiba que neste processo todos ganham: credor e comprador podem conversar diretamente, expondo dificuldades e alternativas adequadas para negociação da dívida. Afinal o objetivo não é apenas receber os valores acordados – é, também, manter uma relação amistosa entre as duas partes!

Quer conhecer mais sobre os benefícios desse tipo de cobrança e dicas para aprimorá-la no seu negócio? A equipe de especialistas da ACP explica mais a seguir!

 

O que é cobrança ativa e quais seus benefícios?

A cobrança ativa é uma das formas de abordagem entre uma empresa credora e um cliente inadimplente. Geralmente, é o primeiro passo de uma Política de Cobrança, dando início às ações para regularização da dívida. 

Entre suas modalidades, a cobrança por telefone é a mais comum. Ela garante o contato direto com o devedor e permite a realização de uma negociação mais pessoal e amigável. Desta forma, o cliente tem a chance de esclarecer quais motivos levaram ao atraso nos pagamentos. Além disso, ele poderá deixar claro quais suas possibilidades financeiras para quitação do débito, por exemplo.

Os benefícios também se estendem à empresa. Neste contato, você poderá conhecer as dificuldades do seu comprador e avaliar mais assertivamente as ações a serem tomadas a seguir. Por exemplo, você pode oferecer um acordo para pagamento da dívida, definindo uma nova data de vencimento do título? Ou parcelar o valor devido? 

O ideal é ter bastante clareza das necessidades e oportunidades que o processo traz ao seu negócio. Mantenha sempre a gestão de contas a receber organizada e avalie: o valor devido terá um grande impacto no seu orçamento em curto prazo? É vantajoso estender o processo de cobrança? Assim, você poderá definir um calendário de ações que garanta a recuperação da dívida com efetividade.

Leia também: Negativação e Recuperação de Crédito: Como criar a estratégia de cobrança ideal?

Quando ligar para um cliente?

O processo de cobrança não precisa necessariamente começar apenas depois do vencimento do título. Para garantir o pagamento na data correta, você poderá, 2 dias antes, enviar um aviso ao cliente, informando a proximidade da data. Esse alerta poderá ser feito por SMS ou e-mail, por exemplo.

O melhor momento para entrar em contato por telefone é em até 5 dias após o vencimento da dívida. Além de lembrar o cliente de seu compromisso financeiro, a ideia é demonstrar cordialidade e entender o que a sua empresa pode oferecer para solucionar o problema.

Lembre-se: a maioria dos devedores está disposta a regularizar a pendência e manter o CPF ou CNPJ livre de restrições de crédito. Aproveite o contato para manter um bom atendimento e aumentar a taxa de retenção de clientes na sua empresa!

Cobrança por telefone: Esteja atento ao CDC!

Ter uma forma de comunicação direta com o seu devedor facilita bastante o processo de cobrança, correto? Mas saiba que, nesse tipo específico de contato, algumas regras devem ser respeitadas, entre elas:

 

  • O Artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor, que dispõe sobre ligações feitas de forma insistente e excessiva. Segundo o CDC, o devedor não poderá ser exposto ao ridículo, constrangimento ou qualquer forma de ameaça no momento da cobrança, mesmo que seja inadimplente.
  • Da mesma forma, não é permitido ligar e deixar recados com terceiros, como familiares, vizinhos ou colegas do devedor. A comunicação deve ser feita diretamente com a pessoa responsável pela dívida.
  • O Artigo 71, também do CDC, que estabelece o limite para horário de ligações: Elas devem ser feitas entre 8h e 18h, durante os dias úteis. É proibida a cobrança por telefone aos domingos e feriados. Aos sábados, o horário é limitado entre 8h e 14h.

 

 

A cobrança por telefone não trouxe o resultado esperado. O que fazer?

Como ressaltamos, o contato por telefone é uma das etapas iniciais de um processo de cobrança. Apesar de efetivo, nem sempre ele concretizará a recuperação do crédito cedido. E isso pode acontecer por diversos fatores – o cliente não está disposto a negociar ou a tentativa de ligação não foi atendida, por exemplo. 

Em situações específicas, o seu cliente pode ter mudado de número no período entre a compra e a cobrança. Nesse caso, você poderá contar com soluções de atualização de base de dados, que buscarão novas informações de e-mail, telefone, endereço, entre outras, do devedor.

Mas se a cobrança por telefone não foi suficiente para solucionar o débito, não se preocupe. A partir dela, você poderá enviar uma Carta Aviso ao devedor, informando que, dentro de 10 dias após seu recebimento, o CPF ou CNPJ do cliente será negativado nos birôs de crédito. Se após o período a dívida ainda não tiver sido paga, sua empresa poderá, ainda, notificar o devedor extrajudicialmente

Leia mais:Negativação de Inadimplentes: Quais documentos podem ser utilizados?

Conte com a ACP para definir a melhor estratégia de cobrança para a sua empresa!

Gostou do conteúdo mas ainda tem dúvidas sobre como e em que momento cobrar seu cliente? Nossa equipe de especialistas em soluções de crédito e cobrança pode te ajudar!

Auxiliamos empresas de todos os portes e segmentos a definirem Políticas de Cobrança eficientes. Garanta negociações mais ágeis e organizadas, mantendo a qualidade no relacionamento com seus clientes!

Preencha o formulário disponível neste link e conheça todas as nossas soluções em Recuperação de Crédito – cartas aviso, notificações extrajudiciais, definição de réguas de cobrança e mais! 

Fonte: Código de Defesa do Consumidor.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.