Você já pensou na importância de uma boa estratégia para diminuir a inadimplência e como fazê-la de forma adequada para o seu negócio?

Após um ano desafiador, social e economicamente, empreendedores e consumidores estão mais conscientes sobre suas finanças. Prova disto é a queda significativa na taxa de registros de inadimplência em 2020.

Mas não se engane: toda empresa precisará cobrar clientes devedores em algum momento. Nestes casos, buscar métodos para alcançar segurança financeira e redução da inadimplência são essenciais. Por isso, listamos algumas das principais ações de negativação e recuperação de crédito e como elas podem ser aplicados.

Cenário nacional em 2020

No ano passado, a taxa de registros de inadimplência apresentou baixa de 17,3% em comparação com 2019. Os dados são da Boa Vista SCPC. Este cenário se deveu, em parte, pela implementação do auxílio emergencial, uma fonte de renda estável para diversas famílias. Alguns bancos, por exemplo, ofereceram postergações de pagamentos das parcelas de empréstimos e financiamentos.  Além disso, com as incertezas trazidas pela pandemia, muitos consumidores optaram por não contrair dívidas a longo prazo.

O ano de 2021 continuará exigindo cautela dos comerciantes, afirma a Boa Vista. Com a retomada do programa de auxílio emergencial ainda em suspenso, além do aumento do trabalho informal, o patamar atual de inadimplência pode sofrer grandes alterações. Por isso, é de extrema importância que cada empreendedor conheça as melhores estratégias de recuperação de crédito para o seu negócio.

Leia também: “Planejamento comercial 2021  Dicas para fortalecer o seu negócio

Régua de Cobrança – o primeiro passo da estratégia de negativação e recuperação de crédito

“Régua de Cobrança” é o termo utilizado para uma sequência de ações definida por uma empresa para recuperar uma dívida. Ela tem dois objetivos: Entrar em contato com o cliente inadimplente e buscar a quitação do valor devido.

Esta comunicação visa, em um primeiro momento, compreender o motivo do atraso nos pagamentos. O consumidor pode apenas ter esquecido a data do vencimento da fatura ou está enfrentando dificuldades pessoais ou financeiras. Porém, em grande parte dos casos ele terá interesse em regularizar a situação e manter seu nome positivo nos birôs de crédito.

Com a régua de cobrança você definirá prazos e ações no processo de cobrança. Por exemplo, cerca de 2 dias antes do vencimento, você poderá enviar um aviso ao cliente. Nos próximos dias, após a data estipulada, recomendamos entrar em contato por e-mail ou telefone. Nesse momento a ideia é lembra-lo de seu compromisso financeiro.

A partir de 15 dias, indicamos enviar ao consumidor uma Carta Aviso, entregue pelos Correios no endereço informado na compra. Muitas vezes ela é acompanhada de um novo boleto para facilitar o processo. Sem o pagamento dentro de 10 dias, a empresa pode  negativar o cliente, registrando seu CPF junto ao SCPC.

Mas, se ainda assim ele não pagar o saldo devedor, você poderá enviar uma notificação extrajudicial de cobrança. Conhecida como Carta NEJ, o documento informa ao cliente inadimplente o interesse, por parte do credor, em iniciar um processo de negociação sem a interferência do judiciário. Atualmente são 3 modelos mais comuns de notificação extrajudicial: leve, moderado e pesado. Cada um possui um tom mais ou menos incisivo e é indicado para casos diferentes.

Leia também: “Notificação extrajudicial de cobrança: como funcionam as Cartas NEJ

No gráfico abaixo, mostramos o passo a passo desta régua de cobrança. Lembramos, porém, que os prazos estipulados para cada ação variam de empresa para empresa, e do tipo de venda realizada – atacado ou varejo, por exemplo. Tem dúvidas de como aplicar o modelo na sua empresa? Fale com um de nossos consultores.

 

Importância do registro para a recuperação de dívidas

Em levantamento realizado pela ACP entre 2016 e 2020, se observou que quanto antes o registro de inadimplentes for realizado, mais rápida acontece a recuperação dos valores. Durante o período, cerca de 43% dos clientes pagaram a dívida quando notificados em até 30 dias após o vencimento.

Muitos empreendedores podem se sentir receosos em negativar o nome de um cliente. Às vezes, por se tratar de um consumidor fiel, que nunca atrasou pagamentos. Em outros casos, por ser um valor pequeno. Mas certamente estes saldos devidos acabam impactando no fluxo de caixa do seu negócio.

Faça as contas: qual a taxa de inadimplência atual em sua empresa? Segundo os especialistas da ACP, esta porcentagem deve ficar abaixo de 0,5% para ser considerada saudável. Quanto você vem perdendo ao ano em crédito não recuperado? Nós temos a solução ideal para você!

Registre SCPC – Recuperação de crédito de forma eficiente e econômica

Sabemos que administrar uma carteira de clientes e acompanhar pagamentos ou dívidas nem sempre é fácil. Assim, contar com um especialista em cobrança é uma boa alternativa para te auxiliar com o envio de notificações e acompanhamento de ações.

A ACP pode te ajudar! Com o Registre SCPC, você pode inscrever e notificar clientes com débitos em aberto na base de dados do Serviço Central de Proteção do Crédito. Além de ser uma opção mais econômica em relação a cartas de protesto, a plataforma garante controle total ao empresário. Todas as terças-feiras você receberá por e-mail a lista de todos os títulos vencidos.

Só em 2020, associados da ACP recuperaram mais de R$ 1 bilhão e 700 milhões em dívidas com o Registre SCPC. Além disso, mais de 55% dos clientes com débitos em atraso de até um mês pagaram o débito em 22 dias, em média.

Quer saber mais? Entre em contato pelo formulário disponível neste link e fale com um consultor!


Fonte:
 Boa Vista SCPC.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.