Será que seus fornecedores têm condições de cumprir os acordos firmados com a sua empresa?

Seja qual for o porte ou segmento do seu negócio, o acesso a matérias-primas, insumos e serviços exige a mesma atenção que o processo de venda. Se o fornecedor estiver passando por dificuldades financeiras ou houver uma troca repentina de ramo de atuação, é preciso estar alerta!

Neste conteúdo, trazemos algumas dicas para te auxiliar a acompanhar e analisar estas mudanças significativas, e, com isso, diminuir os riscos das suas operações. Boa leitura!

 

Várias necessidades em um processo integrado

A Gestão de Fornecedores engloba vários processos e necessidades de uma empresa, seja ela voltada para a produção de bens ou comercialização ao cliente final. Por isso, dentro do conceito encontramos, integrados, o gerenciamento de compras, estoque, logística e vendas.

O importante é não perder de vista nenhuma parte do planejamento. Os tipos de fornecedores parceiros podem variar de acordo com o porte do negócio, mas destacamos:

 

  • Insumos: Substâncias, recursos materiais ou naturais, perecíveis ou não, utilizados para produção de determinada mercadoria.
  • Produtos: Especialmente nos setores de varejo, o acesso a produtos manufaturados é parte essencial da composição de estoque. Eles podem servir como insumos, para consumo próprio da empresa, ou revenda.
  • Serviços: Estes fornecedores podem ser outras empresas ou empreendedores individuais, por exemplo. Os vínculos podem ser temporários ou a longo prazo, de acordo com a necessidade. E aqui as áreas são inúmeras: transporte e logística, serviços de alimentação, limpeza e segurança são algumas das possibilidades.

 

Seja qual for a modalidade com a qual você negocia (muitas vezes, com todas elas), uma coisa é certa: a boa relação entre empresa e fornecedores é primordial para o sucesso comercial. Não existe saúde financeira sem um vínculo sólido entre as duas partes!

 

Cooperação mútua

Nesse processo, manter a excelência nas negociações não é apenas necessidade, mas sim responsabilidade mútua entre empresa e fornecedor!

Imagine o seguinte cenário: após o esforço em fechar negócio com um cliente, você não consegue entregar o produto no prazo combinado. O motivo: o fornecedor não conseguiu cumprir o contrato firmado com a sua empresa – seja pelo prazo, quantidades incorretas, ou até mesmo a qualidade do insumo.

Esse é um problema grave que pode gerar impactos em toda a sua operação de vendas! Não ter em mãos o produto necessário ou perder capacidade de produção são obstáculos que nenhuma empresa quer enfrentar!

Por isso, o relacionamento com fornecedores também passa por avaliação constante das operações e monitoramento das atividades dos parceiros. É preciso encontrar aqueles que mais se adequam às suas necessidades e objetivos comerciais!

 

 

Monitoramento de Fornecedores: como fazer?

Nenhum empreendedor quer ter ciência de um problema apenas após ele acontecer, certo? É preciso pensar à frente e ter estratégias bem estabelecidas para agir de forma segura, independente do cenário!

Na gestão de fornecedores não é diferente. O ideal é acompanhar o comportamento dos seus parceiros no mercado. Assim, se eles estiverem passando por momentos de instabilidade financeira ou apresentarem cenários que possam ser prejudiciais à sua empresa, você poderá se preparar.

Isso é possível através de ferramentas voltadas especificamente para o monitoramento cadastral e fiscal de empresas. Com elas, você pode acompanhar todas as alterações de crédito dos seus fornecedores, com dados integrados sobre a companhia e seus sócios.

Quaisquer mudanças são enviadas em forma de alertas diários para o seu e-mail. Assim, você tem acesso a dados estratégicos e monitora as potencialidades e riscos de suas negociações. Entre os dados analisados de forma automatizada, temos:

 

  • Protestos, ações cíveis, recuperações judiciais e falências;
  • Cheques sem fundo, pendências e restrições financeiras;
  • Situação do CNPJ, razão social e inscrição estadual;
  • Sócios, administradores e participações em outras empresas, entre outros.

 

E quais são as vantagens?

Para a sua empresa, a análise de dados pode garantir mais segurança financeira e prevenção de riscos. Confira alguns exemplos de aplicações:

 

  • Fornecedor com várias dívidas em atraso ou CNPJ negativado nos birôs de crédito: Sabemos que o momento é delicado e muitas companhias estão com dificuldades para manter as finanças em dia. Ao mesmo tempo, isso pode se tornar um risco! Se as atividades do seu parceiro forem comprometidas, a sua empresa será uma das primeiras impactadas.

 

  • Pedido de falência ou recuperação judicial: Ambos os casos podem levar o fornecedor a precisar diminuir a produção e até mesmo o quadro funcional. Resultado: rescisão de contratos já firmados, problemas na entrega dos produtos/serviços negociados, e prejuízo certeiro para o seu negócio. Será que vale a pena continuar a parceria?

 

  • Troca repentina de CNAE: A Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) demonstra, junto aos órgãos públicos, o ramo de atuação de cada empresa em território nacional. Cadastros divergentes das atividades exercidas tornam o negócio irregular.

    Se, de forma súbita, o fornecedor troca para um CNAE completamente diferente, pode ser sinal de fraude! Por exemplo, passar do setor de construção para alimentação não parece lógico, certo? Esteja atento às alterações!

 

Quer contratar uma ferramenta de monitoramento de empresas?

Estar atento às informações e mudanças de comportamento de seus fornecedores no mercado é tarefa indispensável para garantir a segurança da sua produção e vendas!

Conte com a ferramenta de Gerenciamento de Carteira da ACP/Boa Vista para diminuir riscos e qualificar as negociações!

Fale com um de nossos consultores e saiba como a sua empresa pode testar a ferramenta gratuitamente! Basta apenas preencher o formulário disponível neste link e aguardar o contato. Estamos aqui para fortalecer o seu negócio!

 

ACP

ACP

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.