Sua empresa está de vento em popa. A carteira de clientes está crescendo, novos produtos foram lançados e, em breve, você pretende abrir uma segunda unidade. 

O que fazer para materializar esse sonho?

Como continuar crescendo a passos firmes?  

A resposta é: comece a planejar o crescimento da empresa. 

Essa ferramenta irá nortear suas atividades, melhor a estratégia, os processos e reduzirá custos, evitando, também, possíveis desperdícios.

Confira, a seguir, o que é e como criar um plano de crescimento, qual é sua importância para os negócios e dicas de implementação. 

 

O que é um plano de crescimento?

 

O plano de crescimento é um conjunto de ações estratégicas que orientam a expansão da empresa. 

Sempre que a instituição atinge um determinado nível de maturidade, ela precisará desse planejamento para:

  • Aumentar a linha de produtos;
  • Oferecer novos serviços;
  • Abrir novas unidades;
  • Adquirir outras empresas;
  • Transformar seu negócio em uma rede de franquias.

Sem organização e consistência, o crescimento da empresa é prejudicado. Por isso esse planejamento é tão importante. 

 

De que maneiras uma empresa pode crescer?

 

Há duas formas de expandir seu negócio: organicamente ou por meio de uma fusão/aquisição.

O crescimento orgânico ocorre a partir de ações realizadas pela própria instituição, como: criação de novas mercadorias, conquista de novos clientes, ampliação de áreas, abertura de novas unidades, etc. 

No modelo fusão/aquisição, a expansão ocorre quando o empreendimento adquire ou une forças com outra empresa. Vemos isso constantemente no mercado. No ano passado, a Petrobras comprou a TAG e a Natura adquiriu a Avon, por exemplo. Confira as maiores fusões de 2019

Normalmente, o crescimento orgânico é escolhido pelas micro, pequenas e médias empresas, pois o custo de aquisição de outro negócio costuma ser bastante elevado. 

 

Por que o plano de crescimento é importante?

 

Manter a equipe motivada é o maior benefício de um plano de crescimento. Além disso, empresas que crescem continuamente mantém os concorrentes longe e estreitam os laços com a clientela.

Você, provavelmente, deve se lembrar da Kodak e da Blockbuster, certo?

Essas empresas eram gigantes no passado, mas, por não anteciparem as tendências de mercado, não conseguiram se adaptar às mudanças de comportamento de consumo a tempo. 

O plano de expansão também oferece vantagens como:

  • Maior geração de lucro;
  • Fortalecimento da marca;
  • Aumento do market share (fatia de mercado).

 

Como criar uma estratégia de expansão? 

 

Para planejar o crescimento da empresa, você terá que analisar o passado e o presente da instituição, assim como refletir sobre o futuro. 

Reúna informações sobre: 

 

Mercado:

  • Tamanho do mercado;
  • Volume de vendas;
  • Participação no setor;
  • Concorrentes diretos e indiretos;
  • Informações sobre público-alvo (dados demográficos, comportamentais e financeiros).

 

Finanças:

  • Balanço patrimonial;
  • Fluxo de caixa;
  • Demonstrativos de resultados;
  • Investimentos;
  • Contingências trabalhistas e tributárias.

 

Operação:

  • Capacidade produtiva;
  • Tamanho da força de vendas;
  • Número de funcionários;
  • Informações sobre produtos oferecidos;
  • Número de marcas e patentes;
  • Cadeia de fornecedores;
  • Custos de suprimentos.

 

Empresa:

  • Natureza do negócio;
  • Frentes de atuação;
  • Diferenciais competitivos.

 

Pessoas:

  • Planos de recrutamento e retenção;
  • Índices de rotatividade;
  • Índices de satisfação dos colaboradores;
  • Número de gestores.

 

Vendas e marketing:

  • Qual será o caminho da expansão? Aquisições? Franquias? Lojas próprias?
  • A empresa pretende lançar novos produtos?
  • E alcançar novos mercados?
  • Sua empresa pretende vender o mesmo produto para mais clientes? Ou vender mais produtos para os mesmos clientes? 

 

Produtos:

  • Quais produtos/serviços a empresa oferece atualmente?
  • Como eles atendem às necessidades dos clientes hoje?
  • Há necessidade de direitos exclusivos? Patentes?
  • Como está o setor de pesquisa e desenvolvimento? 

 

Recursos:

  • Quais recursos humanos e financeiros são necessários?
  • Quanto custa?
  • De onde virá esse dinheiro?
  • Como ele será aplicado?
  • Como é (ou será) a interação com investidores?
  • De onde virá o retorno dos investimentos

Gestão de riscos:

  • Quais ameaças colocam em jogo seu negócio?
  • Quais são seus pontos fracos?
  • O que fazer quando a empresa estiver em situação de risco ou prejuízo? 

 

Depois de ler a lista acima, você deve estar se perguntando “onde eu vou encontrar todas essas informações“?

Os relatórios gerados pelo seu CRM e sistema de gestão podem fornecer dados sobre seus clientes, vendas e produtos. 

Há também a possibilidade de contratar os serviços de terceiros, especialmente no que diz respeito aos estudos de mercado

 

Dicas para planejar o crescimento da empresa

 

Se você precisa de inspiração ou ideias para começar seu próprio plano de crescimento, aqui estão algumas dicas: 

 

Prepare-se

Como comentamos, um plano de crescimento começa por um estudo detalhado do passado, do presente e do futuro da empresa. Essa tarefa toma tempo. Portanto, organize sua agenda de modo que consiga dedicar algumas horas por semana a esta análise. 

Após elaborar seu plano de expansão, lembre-se de reavaliá-lo com frequência. Você precisa ficar de olho nas mudanças de mercado e tendências de consumo, a fim de adaptar abordagens, se necessário. 

Falando nisso, você sabe por que o comportamento dos consumidores muda?

 

Preste atenção nos concorrentes

A concorrência equilibra o mercado consumidor. Empresas de todos os portes devem coexistir pacificamente mesmo quando atuam em ramos semelhantes. 

Contudo, para manter a competitividade, você precisa analisar a concorrência. Aprenda com os erros e acertos dos outros. Isso não quer dizer que você deve copiar estratégias, e sim, adaptá-las, melhorá-las de acordo com as necessidades do seu negócio. 

Outra dica é estabelecer parcerias com seus concorrentes. Isso mesmo! Parcerias de negócios são proveitosas para ambos os lados. Aqui na ACP, por exemplo, promovemos campanhas de Dias das Mães e Natal para fortalecer o comércio nessas datas. Empreendedores de todo o Paraná participam dessas ações para impulsionar as vendas. 

 

Defina metas

Todo planejamento precisa de metas, afinal, são elas que orientam a atuação estratégica de todos os setores da empresa. 

As metas devem sempre ser claras, objetivas e realistas. Elas também precisam ser mensuráveis, ou seja, passíveis de medição e comparação por meio de números e estatísticas.

Tenha ambição na medida certa. Objetivos muito fáceis são prejudiciais, pois impedem que a empresa aproveite todo o seu potencial. Por outro lado, objetivos impossíveis causam frustração e atrapalham o desenvolvimento e o desempenho de sua equipe.

 

Identifique o potencial do seu negócio

As informações coletadas e analisadas durante o plano de crescimento são fundamentais para compreender o potencial da empresa e nortear os próximos passos. 

Nesse estudo, você encontrará possíveis ameaças. Se bem geridas, poderão até mesmo se transformar em oportunidades de negócio.

Entre os principais riscos empresariais temos o surgimento de novas tecnologias, mudanças na legislação e a situação econômica de um país ou região. 

Esses fatores são determinantes num plano de expansão, pois impactam diretamente nas atividades da empresa. 

 

Acompanhe as tendências de consumo

O mercado consumidor é sazonal e instável. Além disso, pode pregar inúmeras peças em empreendedores desprevenidos. Portanto, esteja a postos para lidar com essas mudanças. 

Ao realizar uma pesquisa de mercado, você deve antecipar tendências, analisar os fatores que interferem nas decisões de compra de seus clientes e, se possível, prever momentos de crise. 

 

Capacite sua equipe

Os colaboradores são peças fundamentais dentro da organização, pois realizam boa parte das operações. 

Para obter ganhos consistentes de produtividade e eficiência, é fundamental que o empreendedor identifique e invista no potencial de seus funcionários.Afinal, de nada adianta ter um planejamento perfeito se os seus colaboradores não estão aptos a realizá-lo. 

Portanto, ofereça cursos de capacitação e integre cada vez mais sua equipe. Não se esqueça de delegar tarefas e implementar uma cultura de feedbacks. Além de cobrar quando algo errado acontecer, valorize e elogie o time sempre que as metas forem cumpridas.

Esses elementos, quando postos em prática, fazem com que os colaboradores se sintam mais motivados. Lembre-se: todos nós ansiamos por reconhecimento  e desejamos crescer. 

 

Estabeleça um diferencial competitivo

O diferencial competitivo destaca sua empresa em relação aos concorrentes. Ele é composto por elementos que o tornam mais atrativo aos olhos dos consumidores.

Para um serviço de delivery, por exemplo, processos de produção ágeis diminuem o tempo de espera do cliente. Ter a fama de ser o mais rápido nas entregas é um ótimo atrativo.

Já para uma loja de roupas e calçados, contar com uma grande variedade de cores e tamanhos pode colocá-la na preferência da clientela.

Para posicionar e destacar sua marca no mercado, é necessário entender as necessidades reais do seu público-alvo. Assim, será criada uma relação de confiança, algo que fortalece a imagem da sua empresa e tende a atrair cada vez mais clientes.

 

Invista em tecnologia

Tudo que foi dito acima fica mais fácil com o apoio da tecnologia. Sistemas de gestão, CRMs, automatizações e ferramentas em nuvem facilitam o dia a dia empresarial. Com elas, você coleta e analisa dados, planeja estratégias, além de executar e monitorar atividades. Logo, ao planejar o crescimento da empresa, você terá todo o arsenal necessário para colocar suas estratégias em prática. 

 

Planejamento o crescimento da empresa

 

Se você quer alcançar novos voos precisa planejar o crescimento da empresa. Esse olhar estratégico, contribuir para a competitividade e para o relacionamento com os clientes. 

Entretanto, esse planejamento precisa de uma base confiável de informações. Precisa, ainda, considerar as tendências de mercado e mudanças de consumo. 

Se você precisa de ajuda para coletar informações sobre o seu setor, a concorrência e público-alvo, conte com a nossa ajuda. Temos uma equipe especializada em Inteligência de Mercado.

 


ACP

ACP

ACP: há 129 anos conectando o comércio, a indústria e os serviços.

Um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.